quinta-feira, 3 de março de 2011

Quando uma garota está quieta,
tradução: um turbilhão de pensamentos enchem sua mente.

Quando uma garota diz que está com frio,
tradução: ela quer um abraço.

Quando uma garota diz que vai sentir sua falta,
tradução: ela não imagina a vida sem você.

Quando uma garota chora,
tradução: ela se esforçou ao máximo para refrear as lágrimas, mas não conseguiu.

Quando uma garota diz que está cansada,
tradução: ela quer que você seja seu travesseiro.

Quando uma garota sorri,
tradução: é porque ela se se sente bem ao seu lado.

Quando uma garota diz que está com saudades,
tradução: é porque isso está a corroendo por dentro.

Quando uma garota está triste,
tradução: ela precisa de você mais do que nunca.

Quando uma garota balança as mãos,
tradução: ela quer que você as segure.

Quando uma garota te olha no fundo dos olhos e sorri,
tradução: ela encontrou em você tudo o que sempre procurou.
Aprendi que amores eternos podem acabar em uma noite. Que grandes amigos podem se tornar ferrenhos inimigos. Que o amor, sozinho, não tem a força que eu imaginei. Que ouvir os outros é o melhor remédio e o pior veneno. Que a gente nunca conhece uma pessoa de verdade, afinal gastamos uma vida inteira para conhecer a nós mesmos. Que confiança não é questão de luxo, e sim de sobrevivência. Que os poucos amigos que te apóiam na queda, são muito mais fortes do que os muitos que te empurram. Que o nunca mais nunca se cumpre, e que o pra sempre sempre acaba. Que minha família com suas 1000 diferenças, está sempre aqui quando eu preciso. Que ainda não inventaram nada melhor do que colo de mãe desde que o mundo é mundo. Que vou sempre me surpreender, seja com os outros ou comigo. Que vou cair e levantar milhões de vezes, e ainda não vou ter aprendido.


Não sou a mais bonita nem tenho o mais lindo sorriso. Eu não me pareço com a barbie e não tenho todos os ideais de beleza, eu sonho acordada e choro sem razão. Eu uso perfume doce e prefiro cabelo preso. Eu não saio de casa sem estar me sentindo bem, eu tento ser diferente, mas acabo sendo completamente igual. Eu vou bem em matemática e não entendo português. Eu já fui chamada de perfeita e descobri que a perfeição cansa. Eu já fui a melhor coisa na tarde de alguém, mas que não fez disso a melhor coisa para a minha tarde. Eu posso ser muito querida, mas posso ser insuportável quando eu quero. Eu já fui a garota dos sonhos de alguém. Eu já fiz juras de amor e já chorei por elas. Eu conheço muitas pessoas, mas posso contar nos dedos quem realmente são os amigos de verdade