sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Como dizer....

De uma certa não forma não sei definir como me sinto...
Tá sei que estou de cara com certas coisas que não são da minha culpa... Não tenho culpa por falar as coisas para as pessoas e elas não me ouvirem... Muito menos pelas atitudes que elas tomam.
Agora me pergunto. O que leva a crer que eu a responsável por isso?
Queria entender o por que disso.
Gostava tanto dessa pessoa... E parece que ela pouco se importa com o que eu sinto.
Tá que é uma preocupação normal de quem gosta de outra pessoa eu sei mas, será que ele já parou para pensar que eu também  me preocupo?
Pode não parecer mas é a verdade.
Me tira o sono essa situação tanto quanto a ele...
Talvez seja só falta de tato com a s palavras, mas o que eu posso dizer é que fiquei muito magoada e ferida novamente com isso.
Parece que as pessoas ( de um modo geral ) gostam de me ver sofrendo e triste...
Como dizer... eu não sei.
Só sei que é o que eu sinto....

Por que?

Por que que certos fantasmas ainda pairam na minha mente?
Parece que eles fazem questão de me lembrarem que nada é fácil, que as coisa nem sempre são como a gente quer... Muito menos pessoas são como sonhamos...
Meu coração dói, dói porque eu não quero errar novamente...
Acredito cada dia mais que o nosso amor é eterno (enquanto dure), que seremos muito felizes juntos.
E dói ver as outras pessoas me dizerem que não dará certo.
Eu acredito no contrário, eu acredito que a gente vai conseguir tudo que a gente sonha.
Mas mesmo assim, ainda parece ser estranho caminhar nessa estrada novamente e ao mesmo tempo não sei mais caminhar sem vc ao meu lado.
Estamos construindo um estrada juntos, una ida, que se depender se mim quero que seja longa, próspera e feliz... Olha nos meus olhos e me diz que vai ser eterno. Pega a minha mão e guia pelo caminho mais seguro. Só te peço uma coisa... não me machuca mais... Pois te amo mais que tudo...