segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Hoje choro lágrimas que ninguém pode ver...
Lágrimas que doem mais do se realmente corressem pela minha face... Lágrimas que nascem sem aparente motivo, e me fazem sentir boba...
Lágrimas de um coração apaixonado, de um coração que ama e tem medo de perder o motivo da sua existência...
Talvez meus motivos sejam bobos,  mas mesmo assim doem; doem tanto quanto se fossem reais...

Espero que realmente não sejam...