terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Thænes...

Se você tivesse chegado antes, eu não teria notado.
Se demorasse um pouco mais, eu não teria esperado.
Você anda acertando muita coisa, mesmo sem perceber. Você tem me ganhado nos detalhes e aposto que você nem desconfia. Mas já que você chegou no momento certo, vou te pedir que fique. Mesmo que o futuro seja de incertezas, mesmo que não haja nada duradouro prescrito entre a gente.
Esse é um pedido egoísta, porque na verdade eu sei que se nada der realmente certo, vou ficar sem chão.
Mas por outro lado, posso te fazer feliz também.
É um risco.
Eu pulo, se você me der a mão....